sexta-feira, 2 de novembro de 2007

Aracruz planeja fábrica de biodiesel

A Aracruz Celulose deverá substituir os combustíveis fósseis pelos renováveis. O primeiro passo será a utilização de 5% de biodiesel na frota utilizada para o transporte de madeira, insumo e trabalhadores da empresa. O consumo anual da frota é de 60 milhões de litros de combustível e o biodiesel representará 3 milhões de litros/ano. O segundo é investir numa fábrica de produção do combustível renovável.

"Nossa meta é utilizar 100% de combustível renovável nos vários setores da empresa para reduzir as emissões originadas de combustíveis fósseis. Com isso estamos buscando a sustentabilidade", destaca o diretor de Operações da Aracruz, Walter Lídio Nunes. Nas próxima semana, será assinado o convênio entre a Aracruz e a Petrobras Distribuidora, para viabilizar o fornecimento do biodiesel.

Hoje os combustíveis consumidos nos vários setores da companhia são o óleo combustível, óleo diesel e óleo pesado. Nas barcaças, que transportam madeira e celulose do Sul da Bahia para o Espírito Santo o óleo pesado é o combustível utilizado. Como não é possível a adição de biodiesel, o óleo pesado será substituído pelo óleo vegetal, informa Nunes.

Toda a frota envolvida nas atividades da Aracruz é terceirizada, o que não impede a empresa de planejar a substituição dos combustíveis fósseis pelos renováveis. A frota é composta por 140 máquinas florestais, 180 tritrens (para o transporte de madeira), 40 ônibus para o transporte de pessoal, 20 carretas convencionais e 15 máquinas carregadeiras, que têm consumo anual de 60 milhões de litros de combustível.

Nas plantas industriais ,é utilizada energia elétrica gerada no processo da produção de celulose. O óleo combustível, explica o diretor, é usado apenas nas situações emergenciais. E está nos planos da empresa aumentar a eficiência térmica para a geração de mais energia.

"É um processo permanente de melhoria", destaca Nunes, que informa constar dos estudos da companhia a possibilidade de uma fábrica de biocombustível. A meta, explica, é buscar a sustentabilidade a médio e longo prazo, com a substituição do combustível fóssil pelo renovável.

Os estudos preliminares indicam a viabilidade da construção de uma fábrica para a produção de biodiesel com produção de 100 milhões de litros/ano, explica o diretor da Aracruz. Se o consumo anual de biodiesel na companhia chegar a 100 milhões de litros, os estudos da fábrica serão intensificados.

(Ecopress com informações da Gazeta On line 30/10/07, às 9h45)

3 comentários:

Maurilio Batista de Lima disse...

FANTÁSTICO!!!!
ESTOU IMPRESSIONADO COM ESTE BLOG, POIS O VOLUME DE INFORMAÇÕES SOBRE BIODIESEL É IMPRESSIONANTE!

PARABENS MESMO!!

SEM DÚVIDA, PASSAREI A CONSULTA-LO DIARIAMENTE.

ABRAÇO

ENGº MAURILIO BATISTA DE LIMA
ECI - EQUIPAMENTOS CONTRA INCÊNDIO
CEL(11)8711-0037

Jully disse...

Eu tb estou impressionada, a aracruz vai usar 5% de biocombustivel para tranportar EUCALIPTO...que coisa linda...me surpreende o Brasil...

Viver ;* disse...

Parabéns pelo blog.. *-*
adorei as informações.